Associações capacitadas em matéria de associativismo

 

Associações e membros do Fórum Mulher , na província de Tete, beneficiaram de uma capacitação em associativismo. A formação surge no âmbito do prosseguimento das acções de assistência técnica programática e financeira aos membros e parceiros do Fórum Mulher cujo objectivo é acompanhar as actividades desenvolvidas no ano passado e apoiar a província na elaboração do plano de actividades programático e financeiro com a perspectiva de direitos humanos das mulheres e das raparigas.

Também era objectivo desta actividade fazer o balanço das actividades, identificar os desafios, as soluções, as oportunidades, a partilha de boas prácticas, reflectir sobre o associativismo, a identificação de parcerias estratégicas, bem como replanificar as actividades tendo em conta o contexto actual e acordar com as organizações da província um plano de assistência técnica e monitoria.  Igualmente capacitá-las em matérias de Gestão Financeira, usando as ferramentas da Aga-Khan.

“Acredito que muita coisa irá mudar nas nossas associações a partir desta capacitação. Obrigada, Fórum Mulher!”, esta é a expectativa de um dos formandos depois de participar nesta formação, pois a situação de muitas associações na província de Tete ainda é desafiadora. De entre os vários desafios a escassez de recursos, financeiros, humanos e materiais e os elevados índices de casamentos prematuros, violações sexuais e violência doméstica são os que mais se fazem sentir.

Contudo, as associações de Tete não se dão por vencidas. Buscam entre elas estratégias para lidar com os desafios. Como forma de fazer face à escassez destes, as associações com o apoio do Forum Mulher, buscam formas de sair e  continuarem a existir.  Uma das estratégias é pensar em actividades que não necessitam de recursos, como, por exemplo, criar grupos de partilha, fogueiras com a duração de 1 ou 2 horas onde debatem os problemas, partilhar experiências e ideias.

A nível dos distritos para minimizar custos de deslocação criaram um mecanismo de distritos próximos poderem-se encontrar nos moldes acima propostos e fazerem as suas partilhas, pois entendem que ser uma associação é estar além de um objectivo individual, mas sim ter uma união de pessoas com objectivos e metas comuns, sem fins lucrativos, que trabalham de forma organizada para o bem da sua comunidade.

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *